Você está em Enigmas e Ufologia >>>>> Acesse a página inicial de Enigmas e Ufologia

 

UFOLOGIA CRÍSTICA

 

 

O fantástico caso de Chapecó - SC

          EX-FAZENDEIRO TRANSA COM UMA ALIENÍGENA

 

Relato aqui montado por Wilson Mello Franco

com base em informações no site da revista UFO (ano 2002). O início desta matéria está aqui

 

 

Em seu livro “Um homem marcado por Ets” (Biblioteca UFO) Antonio Nelso Tasca relata o seu insólito encontro com os Ets do mundo de Agali,  assim como as análises dos pesquisadores sobre sua abdução, e as sessões de regressão a que foi submetido. Expõe também suas reflexões sobre as mensagens dos contatos com seres de outros mundos.

 

Na edição 68 da conceituada revista UFO há um resumo de sua estória, no qual nos baseamos para articular esse artigo. Alguns capítulos do seu livro podem ser lidos gratuitamente no site da UFO, bem como o vídeo completo de uma entrevista sua aos ufólogos pode ser visto no Youtube (veja o vídeo no final da próxima página).

 

Tasca acredita que é um predestinado pelos ETs,  pois desde criança tem visões de sondas, objetos não identificados e fenômenos extraordinários. 

 

  O caso aconteceu na noite de 14 de dezembro de 1983. Antônio Tasca, gaúcho de Garibaldi, na época com 48 anos, trafegava com sua Brasília ano 81 por uma rodovia que dá acesso à BR282, indo para sua casa, em Chapecó, quando pressentiu uma espécie de chamado interior irresistível para que se desviasse para uma estrada de terra.

 

Depois de algum tempo rodando naquela estrada, percebeu luzes piscando. A princípio pensou que era um ônibus de uma linha que circula por aquela região, mas logo percebeu que se tratava de um OVNI, e que este pairava acima do solo mais ou menos um metro. Ao contrário do terror que muitos abduzidos sentiram ao se deparar com um OVNI, o atual assessor científico da Câmara de Ronda Alta (RS) não só agradeceu por aquele momento com ainda tentou se aproximar do estranho objeto.

 

 Não conseguiu se aproximar até onde queria,  em função do calor que o objeto emitia. Saiu do carro com a chave na mão, e então saiu uma espécie de esteira do Ovni, por onde  foi conduzido para o interior do objeto. Em seu depoimento ele diz que não se lembra como, se foi de vontade própria ou simplesmente levado pela esteira, pois ficou inconsciente. Foi levado para uma câmara escura e fria, despido e depois examinado por seres que não pode, naquele momento, distinguir (porque estava escuro). Os seres pareciam conversar entre si, em um som que parecia grunhido. Eram de baixa estatura, em torno de 1,20 m. Aparentemente era uma sala de esterilização para que pudessem tocar nele. Mas, em seu depoimento, Tasca nada diz sobre isso.

 

Depois os seres, pegando nele, o transferiram para uma sala extremamente clara. Eles saíram, por uma espécie de porta que "brotava" na parede. Em seguida entrou uma mulher bastante semelhante aos seres humanos, mas com apenas 1,20 m, nariz e boca normais, cabelos "cor de casca de arroz", repartidos ao meio e compridos até os ombros, jeito de menina de 12 anos, mas muito mulher. Usava um vestido longo azul, mangas até o meio do braço, e cavado em forma de T invertido junto ao pescoço. 

Tasca viu-se atraído sexualmente por ela, e a humanoide conversou com ele telepaticamente. Antes que ele acabasse de formular uma pergunta verbalmente, ela antecipadamente a respondia, como se lesse seu pensamento. Sentia a "voz" no lado direito do cérebro.

Disse que se chamava Cabalá, e que aquele encontro já havia sido preparado há muito tempo, que não tivesse medo de nada. Tasca percebeu então que estava com muita sede, e pediu água. Pegando da parece, como se ali estivesse guardado (embora nada se visse), ela deu para ele beber dois frascos de um líquido que ele bebeu sem questionar. Depois, alguma coisa se abriu na parede, e surgiu uma espécie de divã onde ela se deitou após  levantar seu vestido longo azul até o pescoço, como num convite para que Tasca a possuísse. Ele não hesitou e atendeu impulsivo o pedido da alienígena.

Tasca, na época com 49 anos, diz em seu depoimento que teve um ereção como há muito não tinha. Todavia, nem bem o ato sexual começou, já ejaculou.  

 

Para Tasca,  Ets nos observam e cuidam da  evolução espiritual da humanidade. Nosso futuro é uma comunidade cósmica

 

Depois da sessão de amor carnal, Cabalá "pronunciou" a palavra AMÓR, e lhe "disse" que daquela união nasceriam dois filhos, Mada e Madana, pontes entre sua gente e os humanos.  Pronunciou amór com o ó em tom aberto. Ressaltando que ela não falava diretamente com ele. Este momento foi a  única, vez segundo Tasca, que ela teria, digamos, sorrido - pelo menos demonstrado levemente isso.  [veja meu comentário a respeito desses nomes]

 

Em seu depoimento Tasca se mostra muito decepcionado com a forma mecânica do ato sexual, sem qualquer demonstração afetiva, nem antes, nem durante,  e nem mesmo depois do ato, como nós costumamos fazer.

 

A seguir, ela disse que Tasca, enquanto vivesse, deveria divulgar uma mensagem no mundo, que ela lhe passaria e que promoveria o estreitamento entre os povos do universo.

 

Ela ressalvou que o homem está sendo preparado para aprender a conviver com outras formas de vida. Quando Tasca lhe perguntou onde estavam, ela se limitou a dizer que  a nave estava então submersa uns 180 m abaixo do nível do mar. Mas não disse o local.

 

 

As marcas

 

 

 

 

 

 

     Tasca lhe "disse" que não era bom de memória, que provavelmente a esqueceria depois.   Ela então pegou um objeto semelhante a um diadema, e o colocou em torno da cabeça dele, a fim de que a mensagem fosse gravada em sua mente de forma indelével. Cabalá em seguida começou a ditar telepaticamente a mensagem, e a repetiu, como que para confirmá-la. Depois se retirou. Os seres que o tinham anteriormente examinado retornaram e novamente tocaram nele com uma espécie de varinha.

     Em seguida, pegaram nele pela cintura e o levaram (aparentemente Tasca não tinha peso - ele não diz isso, mas pode-se deduzir).

 

  Tasca não se lembra como foi retirado do Ovni. Quando acordou, estava em um capoeira, que ele deduziu estava perto de uma rodovia, pois dava para ouvir o barulho do tráfego. Deduziu que era por volta de 6:30 da manhã, pois o sol estava principiando nascer. Olhou no relógio, e este, parado, marcava 10:12.

      

Estava confuso, enjoado, pensou em pedir carona, mas reconheceu que estava em sua região. Estando na beira da rodovia, passou um caminhão no qual estava, por coincidência, um de seus filhos. Pois estavam lhe procurando, ficou sabendo depois que havia muita gente em sua casa, e que sua mãe estava desesperada.

         

 Posteriormente foi medicado num ambulatório hospitalar (tinha muito enjoo). Foi quando o médico notou uma estranha marca nas costas, em forma de dois V, quase formando um W, de uns 20 cm, como se  tivesse sido feita por um ferro em brasa. Era indolor, mesmo quando pressionada firmemente.   A marca permanece até hoje, nunca doeu, mas criou casca e descascou, como qualquer ferida.   

    

 

SEGUE                     A MENSAGEM CRÍSTICA DE CABALÁ

 

VEJA TAMBÉM: UFOS E CABALA, E A "GRANDE CONS...PIRAÇÃO" JUDAICO-MAÇÔNICA PARA DOMINAR O MUNDO

 

Dinos de Acámbaro I Pedras de Ica I Círculo das Colheitas I Santo Sudário I Esferas mágicas

I Outros Enigmas  I Gigantes Sobre a Terra I

Arqueologia Bíblica: Arca de Noé - Arca da Aliança - Travessia do Mar Vermelho 

UFOLOGIA: Caso de Chapecó I Giorgio Bongiovanni I Deuses do Novo Milênio

I Urandir Fernandes I Outros Casos I

 

 

 

 ® DIREITOS RESERVADOS - LEI 9610 dos Direitos Autorais, de 1998.