Você está em Enigmas e Ufologia >>>>> Acesse a página inicial de Enigmas e Ufologia

 

 

 CÍRCULOS DAS COLHEITAS

                                                              

                                              por Wilson Mello Franco

 

 

   Os chamados círculos das colheitas são grandes desenhos geométricos encontrados em campos de trigo, milho, aveia, ou outro cereal, em todo o mundo, principalmente nos EUA e na Europa. Normalmente tais desenhos são compostos por partes dispostas em círculos, às vezes apenas um círculo sem qualquer formação artística, e outras formando verdadeiras obras de arte gigantescas no meio de tais plantações. Em sua maioria são compostos por círculos, mas nem sempre: as plantas são deitadas, sem serem arrancadas, formando assim os tais desenhos, normalmente só visualizados quando vistos de avião. 

 

Círculos das Colheitas, na Disney:

Dizem que foi uma fraude para fazer

cinema. Realmente foi feito um filme

 

Os desenhos possuem formas precisas, ficando os grãos das plantas dispostos geralmente num ângulo de 90º., ou segundo a necessidade para a formação da geometria da obra. Além disso, as plantas são derrubadas numa direção específica, jamais de forma desordenada: pelo contrário, são ordenadas segundo uma regra em relação ao outro grupo de plantas derrubado. Já foi possível detectar fenômenos eletromagnéticos nestes círculos.       

Normalmente são atribuídos a extraterrestres, mas alguns são perfeitamente explicáveis e até provados que foram feitos por humanos ávidos em aparecer na mídia.

O procedimento padrão é negar sua origem extraterrestre, não só isto como também qualquer coisa que não se ajuste ao paradigma científico. Entretanto, numerosas vezes ficou demonstrado que algo que a ciência negava sumariamente depois se mostrou verdadeiro e foi amplamente aceito. Mesmo agora a ciência investiga e parece caminhar para admitir a existência da alma e o prosseguimento da vida após o que chamamos morte. A cada dia se avança mais na afirmação milenar de que há mais que uma realidade, e que o universo visível é apenas uma das numerosas facetas que a realidade toma. Haveria muitas dimensões, e não é por menos que Jesus disse: “Meu Pai tem muitas moradas”.

No que se refere aos círculos das colheitas, para muitos não se encontra qualquer explicação lógica, visto que não são desenhos capazes de serem feitos em tão pouco tempo e com tamanha precisão. Ainda assim os defensores da origem humana destes desenhos alegam que foram usadas “tecnologias secretas”, tal qual muitas vezes já ouvimos dizer dos UFOs, particularmente no tempo da Guerra Fria.

Como nos últimos anos tem havido um crescente aumento do aparecimento destes círculos das colheitas, tem também aumentado a desconfiança, pois seguramente 90% são criações humanas tentando passar por extraterrestres. Inclusive apareceram alguns círculos nos estúdios da Disney, que fez um filme sobre o assunto, e foi criticado por supostamente fajutar os desenhos. Todavia, aos outros 10% não se encontram quaisquer explicações lógicas.

 

 

 FORMAÇÕES INEXPLICÁVEIS EM STONEHENGE

 

       

 

 

 

Alguns do numerosos círculos das

colheitas encontrados na Grã-Bretanha

 

Normalmente tais círculos só podem ser vistos de avião, já que se encontram no meio de extensas plantações de cereais. Em 1996 foi descoberta uma formação de 150 círculos perto de Stonehenge, por um piloto que 45 minutos antes havia sobrevoado a região em busca de novas formações e não havia visto nada! É interessante notar que além da grande quantidade de círculos encontrados em Stonehenge, dispostos em desenhos formando uma obra de arte, o local é visitado diariamente por cerca de sete mil turistas, que nada viram de anormal no local, quer nos céus quer em terra, que é guardado por forças de segurança, dia e noite.

 

 Não foram encontradas evidências de que estas formações poderiam ter sido feitas por humanos, até porque é tão perto de Stonehenge que se poderia perceber facilmente qualquer movimento suspeito ali. 

 

Outro conjunto de círculos famoso surgiu também em 11 de agosto de 1996, no castelo de Oliver, localidade de Devizes, Inglaterra, por volta das cinco horas da tarde. Desta vez, porém, um morador do local e um fotógrafo amador teriam filmado por cerca de 18 segundos o surgimento de quatro bolas de fogo de cerca de um metro de diâmetro cada, que fizeram os desenhos quase que virtualmente instantâneo! O filme foi examinado cuidadosa e exaustivamente por peritos do ramo, e numa opinião em conjunto disseram que o filme “ou mostra uma tentativa muito bem elaborada de fraude ou estamos diante da mais incrível filmagem jamais feita de caso de UFO e dos círculos das colheitas”.

 

O ser humano tem o hábito de tirar proveito de tudo o que pode, e uma verdade sempre acaba sendo contestada em função das numerosas fraudes que seguem um acontecimentos insólito. Assim, já foram “encontrados” numerosos “documentos” que “provam” que Jesus nunca existiu, estatuetas que “provam” que os seres humanos conviveram com os dinossauros, embora a ciência diga que dezenas  de milhões de anos nos separam deles, que foi encontrada a arca de Noé, que seguramente nunca existiu, já que a estória é apenas uma ilustração do mito da criação da humanidade, presente nas lendas de muitos povos.

 

 

 

                                                                                                        I SEGUE  I

 

 

Dinos de Acámbaro I Pedras de Ica I Círculo das Colheitas I Santo Sudário I Esferas mágicas I

Outros Enigmas  I Gigantes Sobre a Terra I

Arqueologia Bíblica: Arca de Noé - Arca da Aliança - Travessia do Mar Vermelho 

UFOLOGIA: Caso de Chapecó I Giorgio Bongiovanni I Deuses do Novo Milênio

I Urandir Fernandes I Outros Casos I

 

 

 ® DIREITOS RESERVADOS - LEI 9610 dos Direitos Autorais, de 1998.